20 anos do Linux!


Em 2011, o Sistema Operacional do pingüim completa 20 anos desde o lançamento do seu primeiro kernel (versão 0.02). Desenvolvido inicialmente por Linus Torvalds, o S.O é resultado do trabalho colaborativo de milhares de programadores distribuídos pelo mundo! 

Clique no LEIA MAIS>> para saber mais sobre os 20 anos do Linux!

 Primeiramente, vamos falar o que é um software livre antes de falar do Linux em si: de acordo com a Free Software Foundation, é todo programa que pode ser usado, copiado, distribuído e estudado sem restrições. Veja que com os softwares proprietários (ex: versões do Windows, programa Photoshop, Winzip e etç) só conseguimos fazer o primeiro dos quatro pontos, e para isso é necessário ter uma licença de uso. Através do modelo “livre” é que o Linux foi desenvolvido e compartilhado até hoje.

O S.O do pingüim é a prova de que a colaboração pode ser mais produtiva do que o desenvolvimento confinado e secreto. “Libere cedo, libere freqüentemente”, é a lei entre aqueles que vivem no mundo do software livre. Linus Torvalds já dizia: “Dados olhos suficientes, todos os erros são triviais.” Ou seja, através do modo colaborativo é possível achar muitos erros e suas devidas soluções. Linus durante o desenvolvimento inicial do Linux manteve os seus usuários/hackers constantemente estimulados e recompensados - estimulados pela perspectiva de estar tendo um pouco de ação satisfatória do ego, recompensados pela visão do constante (até mesmo diário) melhoramento do seu trabalho.

E isso dá dinheiro? Claro! Além de desenvolvê-los (e se quiser vender de acordo com a licença escolhida), é possível cobrar para realizar instalação e configuração de aplicativos, promoverem cursos e treinamentos em empresas que tenham interesse em Software Livre e prestar suporte ao usuário, por exemplo. Pode-se citar também o exemplo de grandes empresas que contribuem com ideias, propaganda, trabalho voluntário e/ou vendendo computadores com Linux: IBM, Dell, Red Hat, Novell. Se você ainda tem dúvidas de como o SL pode gerar lucros, clique aqui.

Hoje o Linux ainda ocupa cerca de 1% do uso de todos os sistemas operacionais no mundo. Mas mesmo assim exerce funções importantes, como por exemplo, estar hospedando e servindo a página web que você está acessando neste momento. Alguns usuários ainda torcem o nariz para este sistema, mas a aceitação do mesmo está aumentando. Graças a sistemas como Ubuntu, Mint, Fedora, Arch, Kurumin (descontinuado). Eles são bem mais fáceis que o irmão Slackware, um dos mais velhos da família. A adoção do Linux também é grande no Brasil por parte das empresas, até maior que a média mundial. O Banco do Brasil é uma das empresas que utilizam o Linux em vários setores, do atendimento aos serviços de TIC mais internos. O Governo Federal também é um grande incentivador do uso das tecnologias livres, veja mais. 

E para celebrar estes 20 anos, a Linux Foundation promove uma série de atividades e você pode participar de longe mesmo!! Clique e veja (em inglês). 
 

Links interessantes:
Infográfico dos 20 anos de Linux: http://br-linux.org/2011/infografico-20-anos-de-linux/
Lista e info de todas as distribuições: http://distrowatch.com/
Texto "A Catedral e o Bazar" (recomendadíssimo!!!): https://lists.launchpad.net/ubuntu-br-sp/pdfgNUgsRaG37.pdf 


Sobre o Autor:
Mexa o mouse de novoAleciano Júnior é um dos colunistas do blog Electronware e escreve sobre Redes e Sistemas de comunicação, Hardware e Computação no mundo atual. Gosta de ajudar os bits a trafegarem e sonha com a Computação Invisível. Música é vida.

Um comentário:

  1. Fico feliz em saber que o SL tem grande aceitação aqui no brasil, "até maior que a média mundial".

    ResponderExcluir