Morre Dennis Ritchie, co-criador da linguagem C


Em meio à morte badalada de Steve Jobs, outra perda importante sofrida pela computação foi a morte de Dennis Ritchie, criador da linguagem de programação C, uma das mais antigas e influentes até hoje. Ele é descrito como um homem “não só brilhante, como humilde, cortês e generoso”. James Grimmelmann disse no Twitter que “a influência de Ritchie rivaliza com a de Steve Jobs; só é menos visível”. Juntamente com o C, Ritchie criou o Unix com Kenneth Thompson na Bell Labs.
Clique no LEIA MAIS >> para ler o resto da matéria!


O início de uma grande carreira


Dennis Ritchie MacAlistair nasceu em Bronxville, Nova York, em 9 de Setembro de 1941, e cresceu em Nova Jersey, onde seu pai, Alistair Ritchie, trabalhou como engenheiro de sistemas de comutação para a Bell Laboratories. Ritchie foi para a Harvard University e recebeu sua licenciatura em Física em 1963.

Em 1967 foi para a Bell Laboratories onde trabalhou no desenvolvimento do Multics, um sistema que poderia substituir a idéia de processamento em lote (onde os programas foram executados um de cada vez a partir de uma pilha de cartões por um operador) com interatividade. O laboratório foi também a casa de Kenneth Thompson, que rapidamente se tornou um dos principais colaboradores Ritchie. Anos após, quando a Bell quis abandonar o Multics, eles relutaram e insistiram com as boas idéias do sistema, e assim, em 1973, o Unix foi propagado para o mundo.

Linguagem de programação C

Os anos 70' foram um período de grande experimentação e variação de desenho de hardware de computador, o que tornou a vida difícil para os escritores de software que tinha que limitar seus programas para execução em um determinado dispositivo ou gastar uma grande quantidade de tempo e energia recriando o seu trabalho para cada nova plataforma.

Em resposta a este problema, Ritchie projetou a linguagem de computador C, que poderia ser movida de forma rápida e fácil entre hardware diferentes. Programas que foram escritos em C, desde que seguidas as regras, precisariam de pouca ou nenhuma modificação em qualquer computador para que C pudesse funcionar.

Esta revolução foi muito reforçada pela colaboração de Ritchie com Brian Kernighan em The Programming C Language. Também conhecido como K & R, este livro publicado em 1978 atuou como uma definição concisa de C e uma introdução ao estilo inigualável e técnicas de programação nesta linguagem.


A famosa 'bíblia' sobre programação em C



Influências, prêmios e fim da jornada

Descendentes diretos e espirituais Unix e C não podem ser contados, mas incluem Linux, Android, Mac OS, iOS , JavaScript, C + + , a própria internet e um mundo cheio de desenvolvedores. Até a Microsoft, cujo sistema operacional Windows compete com o UNIX, desenvolveu ferramentas de compatibilidade de UNIX e compiladores de C para desenvolvedores dos seus produtos.

Graças ao UNIX o cientista levou o prêmio Turing no ano de 1983, junto com seu colega Kenneth Thompson. A premiação reconhece pessoas importantes que contribuíram de forma positiva para o campo da computação. Além disso, foi eleito para a Academia Nacional de Engenharia dos Estados Unidos em 1988.

Ritchie faleceu em casa entre os dias 8 e 9 de outubro, depois de uma longa batalha contra uma doença ainda não divulgada. Ele tinha 70 anos, dos quais quarenta (1967-2007) foram dedicados aos trabalhos na Bell Labs. Nos últimos quatro anos ele continuava na empresa como um consultor.

Todos os programadores devem agradecer ao Ritchie pelos seus grandes feitos. Foram idéias que puderam abrir espaço para o código aberto, portabilidade e até para a própria internet, tudo de isso de forma elegante e compacta. Com certeza, o mundo perdeu um gênio da computação, mas ficamos felizes por todo o legado que nos foi deixado!

Fontes:

Sobre o Autor:
Mexa o mouse de novoAleciano Júnior é um dos colunistas do blog Electronware e escreve sobre Redes e Sistemas de comunicação, Hardware e Computação no mundo atual. Gosta de ajudar os bits a trafegarem e sonha com a Computação Invisível. Música é vida.

Um comentário:

  1. Excelente tema a ser abordado. O nosso modo de produção valoriza mais quem arrecada dinheiro do quê quem mais contribui com os avanços. Sem dúvida, a criação da linguagem C e do Unix são fatos muito mais importantes na história da TI do que qualquer coisa que a Apple tenha feito.



    Eu mesmo só soube da morte de Dennis através do blog.

    ResponderExcluir