Saiba a diferença entre um programador, um desenvolvedor e um cientista da computação


Li hoje um artigo muito interessante no e resolvi trazê-lo aqui para vocês. O fato é que todos nós somos um pouco de programador, um pouco de desenvolvedor e um pouco de cientista da computação. Mas cada um de nós tende a uma dessas três “categorias” e é muito difícil conseguir distingui-las.

O Cientista da Computação




Os cientistas da computação escrevem código… Não é o código mais organizado ou bem refatorado, mas um código que funciona e resolve o problema. Não se trata de seguir as boas práticas e sim de provar o que eles provar. Os cientistas computacionais são muito mais matemáticos do que tecnológicos. Eles não precisam saber se algo funciona, eles apenas se preocupam em provar se aquilo funciona ou não. Para um cientista da computação habilidades interpessoais e boa comunicação não são necessários.  

O Programador




Nas horas vagas eles, na maioria das vezes, trabalham em suas próprias pesquisas e, como você pode ver na foto acima, inspiram medo em todos os meros mortais (inclusive os programadores e desenvolvedores).

Os programadores escrevem códigos, os melhores dos códigos. Criam código limpo, organizado, refatorado e livres de erro são preocupações corriqueiras de um programador… Mas isso acaba fazendo que o resultado nem sempre seja a resolução do problema. É mais sobre saber o significado de “bom código” e ter o domínio disso. Eles até tem algumas habilidades matemáticas (bem menos do que os nossos amigos cientistas da computação), mas isso está longe de ser uma preocupação/obrigação para eles.

Eles precisam apenas saber as melhores soluções para os problemas que encontram mas não precisam saber (ou conseguir provar) que aquelas soluções são as melhores.

Os programadores já têm uma relação interpessoal melhor com seus companheiros de trabalho, mas ainda assim, como pessoas eles são ótimos programadores e nas horas vagas os programadores costumam trabalhar em projetos/produtos pessoais.

O Desenvolvedor 




Os desenvolvedores também criam códigos limpos, organizados e bem refatorados mas, além disso, disso outros fatores como segurança e testes também são importantes. Conhecimentos e habilidades matemáticas também não são indispensáveis, mas ajudam a encontrar soluções para os mais variados problemas que encontram. Uma boa comunicação e relação interpessoal são essenciais pois estes costumam trabalhar em conjunto com outros desenvolvedores e pessoas de outras áreas. 

São especialistas em achar formas diferentes (e igualmente eficientes) de resolver o mesmo problema. No tempo livre um desenvolvedor costuma tentar criar o novo Facebook ou se dedica a atividades extra computacionais, que não têm nada a ver com programação, desenvolvimento ou ciência da computação. Existem ainda outros pontos que podem ser levantados sobre cada uma dessas categorizações, mas o importante é notar que: o que muda de um para o outro é a forma de agir e as suas necessidades / preocupações básicas… Eu indiscutivelmente sou mais desenvolvedor do que programador e MUITO menos cientista da computação do que os outros dois.

E você? O que é?
Você, programador/desenvolvedor/Cientista da Computação, o que acha?
A seção de comentários é toda sua.

Fonte: olhardigital

Um comentário: